Windows 7 versus Windows 8 A situação da Microsoft não é das melhores. O Windows 8 está sendo uma aposta bem arriscada, pois muda radicalmente a experiência de uso de muitos milhões de usuários. Não estou dizendo que mudou para pior, mas mudanças radicais são muito arriscadas. E parece que a Microsoft está perdendo a aposta.

Adoção do Windows 8 já vinha decepcionando, tablets com Windows 8 vendem pouco e as vendas do Surface também são fracas. Como se não bastasse as vendas de PCs estão caindo como nunca, e em seu último relatório o IDC aponta o Windows 8 como culpado. Com toda essa dificuldade, a Microsoft me parece que já encontrou a solução. Transformar o Windows 8 em Windows 7.

Rumores indicam que na próxima versão (Windows 8.1 ou Windows Blue) vai ser possível dar boot no sistema diretamente para a área de trabalho (igual ao Windows 7), evitando a nova página de start. Além disso o velho e querido botão start, que foi removido da versão atual deve voltar. Para mim, vai ser um grande sinal de fraqueza. Privilegiando o antigo estilo, como convencer os desenvolvedores a fazer aplicações com o novo estilo para o Windows 8?

Agora, falta muito pouco para o Windows 8 virar Windows 7.